domingo, 31 de outubro de 2010

"Enrolados" - Novas artes conceituais

Um vídeo interessante sobre divulgação e aproveitando, mostrar algumas artes conceituais
video

sábado, 30 de outubro de 2010

Kingdom Game- um trailer animal

Como já disse não sou um fã de games, mas a abertura desse jogo é fantástica...vale a pena conferir
video

Arquivos Secretos – parte II – Criação

Logo arquivos secretos

Antes de mais nada como vocês pediram, eu aumentei o tamanho da fonte.

Continuando o processo de criação, me perguntaram o que seria uma idéia?

Conforme o dicionário Aulete:

Representação de algo pelo pensamento; Conceito - Plano, propósito, Intenção, entre outras coisas, mas vamos nos ater em Conceito e Intenção.

O que seria conceito? Podemos entender como:

Representação mental e lingüística de qualquer objeto concreto ou abstrato, que para a mente significa o próprio objeto no processo de sua identificação, descrição e classificação.

E intenção?

Aquilo que alguém quer que aconteça e que motiva suas ações; Desejo; Intento:  O conjunto dos motivos que levam um autor a produzir uma obra literária.

Observando essas duas informações e trazer para o munda da “CRIAÇÃO”, podemos entender que para criar temos que: mentalizar, visualizar, classificar o formato, estilo da personagem, o famoso visual.

Depois vem a motivação da personagem, se existe motivação podemos sub intender que a personagem é algo verossímil. Temos que acreditar que nossas criações realmente existam, se nós não acreditamos quem vai acreditar???????????????

Nossos personagens tem que ter conteúdo, sentimentos verdadeiros, tratá-lo como um ser existente.

7-jota- darci campiotiNão lembro de ter criado nenhuma ilustração (mesmo para treino) que não tivesse conceito ou intenção. Um exemplo disso são os “Caps” (nome que tirei abreviando cápsulas). Tudo começou quando me 1-jota- darci campiotiperguntaram porque meus papéis de parede (do micro), não eram de minha autoria e sim de outros, depois que recobrei os sentidos comecei a desenvolver meus papéis de parede, já no primeiro desenvolvi um mago criador dentro de uma sala multiverso, quando terminei achei que faltava algo…hmhm, ele precisava de ajudantes, talvez influenciado pela animação  Despicable Me??  Pronto, eis que surgem os Caps.

darci campioti - caps - certoNovamente para não ficar muito extenso e porque ainda tô meio doente, continuarei mais tarde, mas lembrem-se:

Conceito e Intenção

Até mais………

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Game Cinematic - The Force Unleashed II


Não sou muito de vídeo game. Gosto das animações do concept, da estrutura do roteiro e etc. Mas o trailer desse game de Star Wars é arrasador...assistam Vale a pena.

video

Making Of de Megamind e concept art

Vídeo mostra a construção dos personagens como a animação foi feita e algumas cenas...é bem interessante.
Assistam, vale a pena.
video

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Um pouco sobre Jack Kirby e Stan Lee

 

Quem curte quadrinhos tem que conhecer esses dois marcos. Boa leitura (quadrinhos não é só desenhar, tem que estudar e muito)

Jack Kirby (28 de agosto de 1917 - 6 de fevereiro de 1994) foi um dos mais influentes, reconhecidos e prolíficos artistas de história em quadrinhos de todos os tempos. Nascido Jacob Kurtzberg na cidade de Nova Iorque, ele também foi escritor e editor de quadrinhos.

Kirby começou a trabalhar para os Estúdios Fleischer em 1935, onde fazia as seqüências para o desenho "Popeye". Ele então juntou-se ao Lincoln Newspaper Syndicate em 1936, trabalhando ali até que falissem em 1938.

Kirby conheceu Joe Simon enquanto ele fazia trabalho freelance para diversas editoras. Os dois jovens se uniram e começaram a produzir e vender HQs. A dupla criou o herói patriótico "Capitão América" para a Timely Comics (mais tarde Marvel Comics) em 1941. As perspectivas dinâmicas de Kirby, as técnicas cinematográficas, seu uso de quebrar quadros seqüenciais e um exagerado senso de ação fez do título um sucesso imediato, reescrevendo as regras das histórias em quadrinhos.

O nome Simon & Kirby tornou-se sinônimo de quadrinhos empolgantes de super-heróis. Depois de dez edições de "Capitão América", eles mudaram-se para a DC Comics, aonde assumiram o personagem "Sandman" na revista "Adventure Comics"; a dupla também produziria "Boy Commandos", "Newsboy Legion" (Legião Jovem) e "Manhunter".

Jack Kirby (1982) (cropped).jpgOs quadrinhos de super-heróis decaíram em popularidade depois do fim da Segunda Guerra Mundial e Kirby e seu parceiro passaram a produzir várias histórias em outros gêneros. Eles são creditados pela criação da primeira revista de romance, "Young Romance Comics". Além disso produziriam histórias de crime, horror, humor e faroeste.

A parceria Kirby & Simon terminaria em 1954 com a indústria de quadrinhos estagnada por uma auto-imposta censura e sua subseqüente publicidade negativa. Kirby entretanto continuou escrevendo, reinventando o personagem "Green Arrow" (no Brasil "Arqueiro Verde") na revista "Adventure Comics", além de criar o clássico sobre os aventureiros desafiadores da morte Challengers of The Unknown

_______________________________________________

Ficheiro:Stantheman.jpgStanley Martin Lieber (Nova Iorque, 28 de dezembro de 1922) é um escritor, editor, publicitário, ator, produtor e personalidade de televisão norte-americano, que, com vários artistas e co-criadores — especialmente Jack Kirby e Steve Ditko — introduziu personagens complexas e um universo compartilhado entre heróis de histórias em quadrinhos (ou banda desenhada). Seu sucesso ajudou a transformar a Marvel Comics de uma pequena publicadora para uma grande corporação multimídia.

Entre suas maiores criações estão, os X-Men, o Homem-Aranha, o Quarteto Fantástico, o Incrível Hulk, e o Homem de Ferro.

Na adolescência, Lee trabalhou para os publicadores Martin Goodman na Timely Comics, que mais tarde tornaria-se a Marvel Comics. Goodman era casado com a prima de Lee. Seu primeiro trabalho publicado foi uma página para preencher texto assinada com o nome Stan Lee, que apareceu na revista do Capitão América em 1941. Stanley usou o nome "Stan Lee" porque sonhava um dia escrever o maior de todos os livros do país e não queria seu verdadeiro nome associado às histórias em quadrinhos. Ele logo passou a escrever histórias de fato, tornando-se o editor mais novo no campo de trabalho com 17 anos.

Durante a Segunda Guerra Mundial, Lee alistou-se no Exército dos Estados Unidos e serviu na parte de comunicação, escrevendo manuais, slogans, filmes de treinamento e ocasionalmente desenhando. Após a Segunda Guerra Mundial, Lee voltou para a sua posição na qual tornaria-se a Marvel Comics. Naquela época, um campanha de decência liderada pelo psiquiatra Dr. Frederic Wertham e pelo Senador Estes Kefauver culpava as revistas de histórias em quadrinhos por corromper os jovens leitores com imagens violentas e sexuais. As empresas de HQ responderam com a organização de um sistema de controle interno, e eventualmente adotaram o restringente Comics Code Authority.

Permanecendo na Timely/Marvel pela década de 1950, Lee escreveu histórias de vários gêneros, como romance, faroeste, e ficção científica leve. No fim da década, ele ficou insatisfeito com sua carreira e pensou em sair da área.

No fim da década de 1950, a DC Comics deu uma reanimada no gênero dos super-heróis e teve sucesso significativo com o super time da Liga da Justiça da América. Em resposta, Martin Goodman, o publicador da Marvel, deu a Lee a tarefa de criar um time de super-heróis novo. A esposa de Lee o alertou para experimentar histórias que ele preferia já que a ameaça de ser demitido não importava. Ele agiu sob este conselho, e, de repente, a carreira de Lee mudou completamente.

Lee com a ajuda de Jack Kirby, deu a seus novos super-heróis sentimentos mais humanos, uma mudança de seus outros heróis que eram tipicamente escritos para pré-adolescentes. Seus heróis tinham um temperamento ruim, ficavam melancólicos, cometiam erros humanos normais. Preocupavam-se em pagar suas contas e impressionar suas namoradas, e às vezes ficavam até doentes fisicamente. Os super-heróis de Lee capturaram a imaginação dos adolescentes e jovens adultos, e as vendas aumentaram drasticamente.

O grupo de super-heróis que Lee e Jack Kirby produziram foi a família de super-heróis conhecida como O Quarteto Fantástico que por sua vez já tinha sido escrito por Lucas Axt e Victor Giulio. Sua popularidade imediata fez com que Lee e os ilustradores da Marvel produzissem vários novos títulos. Lee criou o Incrível Hulk, o Homem de Ferro, Thor e os X-Men com Kirby; Demolidor (Daredevil) com Bill Everett; Doutor Estranho e o personagem de maior sucesso da Marvel: o Homem-Aranha, criado com Steve Ditko.

Pela década de 1960, Lee escreveu, coordenou a arte e editou a maior parte das séries da Marvel, moderou as páginas de cartas e escreveu uma coluna mensal chamada "Stan's Soapbox", escreveu muito material promocional, sempre assinando com a frase que é sua marca registrada: "Excelsior!".

fonte: Wikipédia

Nova Animação da Marvel - Vingadores

Trailer da nova animação da marvel...

video

domingo, 24 de outubro de 2010

“Enrolados” - (parte II)

 

Ouve-se falar muito na idéia que hoje nada mais é feito em “papel” tudo relacionado a filme/animação é feito em tablets… acho que deveríamos prestar mais atenção ao redor, não sou contra tablets, mas o papel ainda tem uma função importante, vamos dar uma olhadinha nas imagens abaixo:

1282850056_glenkeanetangledartquestionmark fotoe

Um caderno de esboços (Primeiros traços, primeiro delineamento que vai dar origem a um desenho ou obra de arte (esboço de quadro, de escultura…Qualquer obra apresentada de forma breve ou em seus traços gerais ou iniciais. Apresentação resumida, sintética de algo. Primeiras idéias, noções preliminares, rudimento.) Exatamente isso um caderno de esboços e por falar nisso seguem mais imagens:

4 5

11 7

6 12

enrolados1-550x251 enrolados2-550x251

enrolados3-550x251 enrolados4-550x251

O estudo estudo das personagens é extremamente importante…

bom depois vou fazer novos comentários

Até…

Novas imagens e o novo trailer de “ENROLADOS”- uma animação Disney

 

enrolados-cavalo

Na animação “Enrolados” da Disney, a aventura começa quando o charmoso bandido Flynn Rider (Zachary Levi) encontra, por acaso, Rapunzel (Mandy Moore), uma bela e mal-humorada adolescente com 21 metros de cabelos dourados mágicos. Juntos, os dois partem em uma fuga repleta de ação e muita diversão ao lado de um cavalo policial, um camaleão superprotetor e um bando de criminosos beberrões. Nos cinemas na temporada de férias em Disney Digital 3D, “Enrolados” é uma história de aventura, emoção, humor.

Lançamento do quarto pôster.

enrolados-poster-3-smallO Brasil tem esse pôster para divulgação:

enrolados-tangled-poster-1Separei uma variação de pôster para divulgação muito interessantes:

enolados-tangled-disney-topo  enrolados-mundo-enrolado-11

enrolados-featurette-1 enrolados-poster-final-post

enrolados-tangled-poster-brasil fonte: Disney Mania (<< clique aqui para ver o site)

Para não Ficar muito extenso esse post o trailer colocarei no próximo. Abraços.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

100 anos de efeitos especiais

Excelente vídeo, vale conferir

video

ARQUIVOS SECRETOS (parte I) Criação

Logo arquivos secretos

Os Arquivos Secretos Darci Campioti ou “ASDC” foi criado (a pedido), para mostrar um pouco o meu processo de criação e finalização dos meus projetos.

Tentarei mostrar um “passo-a-passo”, para isso vou começar com um projeto totalmente novo… vamos entender alguns pontos.

1º – Quando se é contratado para fazer uma ilustração

2º – Ilustração com projeto específico

3º – Ilustração livre-criação

No 1º ponto você é direcionado pelo cliente, sua liberdade de expressão é limitada pelas necessidades do cliente, portanto se faz necessário o uso de um briefing (um conjunto de informações, uma coleta de dados passadas em uma reunião para o desenvolvimento de um trabalho. O briefing deve criar um roteiro de ação para criar a solução que o cliente procura, é como mapear o problema, e com estas pistas, ter idéias para criar soluções.)

2º ponto, você tem um projeto no qual quer participar, com por exemplo: salão de humor, editais, festivais e etc. A sua liberdade de expressão também tem uma limitação, não tão grande como no ponto 1, mas tem. Por exemplo se vamos participar de um salão de humor, temos categorias, tamanho da sua arte, quantidade, tema, material, foco e por aí vai.

3º ponto que chamo de livre-criação, quando não se tem compromisso com nada além de você mesmo.

É nesse 3º ponto que vou fixar esse post.

Uma observação se faz necessária, essa limitação na liberdade de expressão não é algo ruim mas focada.

Vamos começar… estava pensando em algo como os Cavaleiros do Apocalipse (Guerra, Fome, Morte e Conquista/Peste), tinha lido um livro sobre mitologia e acabei tendo essa idéia inicial.

• de um livro comecei a idéia.

Não queria fazer, exatamente, algo como os “Cavaleiros”, peguei a idéia de fim do mundo, mas não sou chegado em temas como “O FIM DE TUDO”, então peguei alguns elementos que compõe esse clima. Como bagunça, caos, confusão e pânico coloquei uma visão mais humorada.

• desenvolvimento da idéia

Então pensei em uma polícia Alienígena que veio a Terra para nos salvar, a pergunta é salvar do que?, por quê vieram?… eles acidentalmente tiveram uma embarcação sideral danificada e os monstros de incontáveis mundos teriam vindo pra cá, se sentindo na responsabilidade de ajudar enviaram esses policiais que são bem atrapalhados, mas os terráqueos não querem ajuda nesse assunto.

• Desenvolvimento do story line (em itálico)

Achei o assunto/tema interessante, comecei o processo de criação no sentido visual (design concept). Visitei o São Google, e pesquisei animais estranhos/exóticos, não quer dizer que usarei os animais para o desenvolvimento dos personagens, mas para que minha mente posa desenvolver formas diferentes mas funcionais, abaixo tabela dos animais pesquisados:

painel animais exóticos

01) aye-aye – 02) saiga – 03) cão de komodor – 04) almiqui – 05) equidna – 06) polvo dumbo – 07) coelho angorá – 08) tatu fada rosa – 09) tarsier – 10) shoebill – 11) hagfish – 12) jerboa – 13) addax – 14) peixe bolha – 15) orictéropo – 16) toupeira do nariz estrela

Para não ficar muito extenso, essa parte eu paro aqui e depois continuamos. Até breve.

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Pessoal o vídeo sobre BULLYNG- ESTÁ MUITO ACELERADO, então…

 

por favor acessem pelo link abaixo, não deixem de assistir. Não sei se postei errado, mas o vídeo ficou muito acelerado, peço desculpas.

http://youtu.be/xZIMXBgGuuE?hd=1

terça-feira, 19 de outubro de 2010

video contra BULLYING - assistam e divulguem

Uma aluna minha ( na verdade ex-aluna), Noelly Castro, mandou esse vídeo espetacular contra Bullying... por favor assistam e repassem, vamos tentar acabar com essa prática maldosa.

video

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Homer Simpson foi declarado "um verdadeiro católico" pelo jornal oficial do Vaticano. As informações são do diário americano "The Los Angeles Times".

homer-simpson-6 Um dos personagens mais famosos - e politicamente incorretos - da televisão mundial, Homer Simpson foi declarado "um verdadeiro católico" pelo jornal oficial do Vaticano. As informações são do diário americano "The Los Angeles Times".

De acordo com o jornal do Vaticano "L'Osservatore Romano", o desenho animado "Os Simpsons" explora questões como família, comunidade, educação e religião de uma maneira que nenhum outro programa popular de televisão aborda.

Apesar de Homer roncar durante os sermões do Reverendo Lovejoy e humilhar seu vizinho religioso Ned Flanders, no artigo intitulado "Homer e Bart são católicos", o "L'Osservatore Romano" afirma: "'Os Simpsons' estão entre os poucos programas de TV para crianças em que a fé cristã, a religião e questões sobre Deus são temas recorrentes" e "A família recita orações antes das refeições e, de forma peculiar, acredita na vida após a morte".

O texto cita uma análise de um padre jesuíta, Francesco Occhetta, de um episódio de 2005 de "Os Simpsons", "The Father, the Son and the Holy Guest Star" ("O Pai, o Filho e o santo convidado especial", que girava em torno do catolicismo e foi exibido poucas semanas depois da morte do Papa João Paulo II.

O episódio começa com Bart sendo expulso da escola pública de Springfield e sendo matriculado em uma escola católica, onde ele conhece um padre simpático, dublado pelo ator Liam Neeson, que o leva para o catolicismo com sua gentileza.

Homer, então, decide se converter ao catolicismo, para o horror de sua mulher, Marge, do Reverendo Lovejoy e do vizinho Ned Flanders. O episódio toca em questões como o conflito religioso, o diálogo entre fés, a homossexualidade e as pesquisas sobre células-tronco.

"Pouca gente sabe disso, e ele faz de tudo para escondê-lo, mas é verdade: Homer J Simpson é um católico", insiste o "L'Osservatore Romano".

Não é a primeira vez que o jornal do Vaticano elogia "Os Simpsons". Em dezembro passado, quando o desenho animado comemorou seu 20º aniversário, a publicação afirmou que "o relacionamento entre o homem e Deus" é um dos temas mais importantes do programa, que reflete "a confusão religiosa e espiritual do nosso tempo".

fonte: http://br.noticias.yahoo.com/s/18102010/83/vaticano-homer-simpson-verdadeiro-catolico.html

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Uma sensacional animação feita no BLENDER

Uma animação espetacular feita no Blender, e para quem não sabe o que é o Blnder uma pequena informação.

Blender (também conhecido como blender3d) é um programa de computador de código aberto, desenvolvido pela Blender Foundation, para modelagem, animação, texturização, composição, renderização, edição de vídeo e criação de aplicações interativas em 3D, tais como jogos, apresentações e outros, através de seu motor de jogo, integrado, o Blender Game Engine. Está disponível sob uma licença dupla: BL / GNU General Public License. O Blender possui ainda partes licenciadas sob a Python Software Foundation License.

fonte:Wikipédia

video

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Uma Ilustração em Steampunk (pelo menos uma tentativa)

 

Estava conversando com um amigo (Valmir), a respeito dessa arte em estilo, na verdade nomeado, como Steampunk.

Depois de um tempo ele achou uma definição desse estilo, que é:

“Imagine um mundo que é simultaneamente o futuro e o passado - um mundo movido a vapor com elementos vitorianos, mas com tecnologia e bugigangas que não tenham sido inventadas ainda”.

Achei bem interessante e fiz uma pequena ilustração com os meus velhos personagens pontuais. Não está totalmente “Steampunk”, mas estamos caminhando. Espero que gostem

darci campioti - caps - voando

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Homem de Ferro (Anime)

Não podia demorar, lá vem mais uma produção do polvo do Sol Nascente... agora com o Homem de Ferro. Podemos esperar mais versões em anime, outra delas e Wolverine....
O trailer parece bem "razoável".....

video

IRON BABY - (um vídeo incrível)

Os fãs não tem limites, é inacreditável o que fizeram... o bebê pelo menos se divertiu bastante.
A qualidade é muito boa, vale a pena ver

video

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Lanterna Verde – o filme (saiba mais e novas imagens)

 

lanterna_verde_1 Com o diretor Martin Campbell, o produtor Donald De Line e os dois protagonistas, Ryan Reynolds (Hal Jordan/Lanterna Verde) e Mark Strong (Sinestro).

Tropa dos Lanternas Verdes foram criados em detalhes 25 personagens (fora os Guardiões do Universo), cada um com sua assinatura energética distinta, mas no total serão  3.600 lanternas no filme. E os fãs de Sinestro tem o mesmo visual do filme.

 

Kilowog lanterna_verde_3

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

PAINEL com Alguns dos PERSONAGENS que CRIEI…

 

Estava juntando algumas pastas de desenho (na verdade 58 lotadas), e comecei a ver os desenhos com o qual já tinha ganho alguma premiação e ou dinheiro, alguns concept’s e, personagens de revistas, idéias projetos entre outras coisas.

Comecei a agrupa-lós e de repente estava formando um “PAINEL” (visão geral, panorama), é interessante ver como as coisas acontecem e apesar de tudo tive que separar os mais infantis e caricatos (os mais realistas, ficaram de fora) mesmo assim ficou muita “gente” de fora.

Conversando com alguns “amigos” (sinistro, isso) fazendo um “bryanstorm” (piadinha interna), na verdade brainstorm (O brainstorming (literalmente: "tempestade cerebral" em inglês) ou tempestade de idéias, mais que uma técnica de dinâmica de grupo, é uma atividade desenvolvida para explorar a potencialidade criativa de um indivíduo ou de um grupo - criatividade em equipe e - colocando-a a serviço de objetivos pré-determinados.).

Acho que exagerei no número de parênteses… bom continuando. Chegamos a uma conclusão (na verdade me convenceram) a fazer uma série de post com o nome: Arquivos Secretos Darci Campioti, por enquanto é só o projeto, mas em breve teremos novidades.

Abaixo o painel com alguns dos meus personagens, inclusive a “Turma do Punquinho” que abriu as portas nesse mundo das artes gráficas (depois eu mostro quem faz parte da turma).

Darci Campioti - Meus personagens

sábado, 2 de outubro de 2010