segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Novíssimo Trailer do MEGAMENTE - DREAMWORKS ANIMATION

Estréia dia 03 de dezembro de 2010

A História:

Do estúdio criador de "Shrek", "Madagascar" e "Kung Fu Panda". "Megamente" é o mais brilhante super-vilão que o mundo já conheceu. E o mais fracassado. Durante muito anos ele tenta conquistar Metro City de todas as maneiras imagináveis. Cada tentativa é um fracasso colossal graças ao super-herói encapado, conhecido como "Metro Man", um herói invencível até o dia em que Megamente realmente mata Metro Man durante a execução de um de seus atrapalhados planos diabólicos.

Repentinamente, Megamente fica sem propósito. Um super-vilão sem um super-herói. Ele percebe que a conquista da ambição de sua vida é a pior coisa que poderia ter acontecido com ele. Megamente decide que a única saída desta rotina é criar um novo herói oponente chamado "Titan", que promete ser maior, melhor e mais forte do que Metro Man jamais foi. Mas logo Titan começa a achar que é muito mais divertido ser vilão do que ser bonzinho. Porém Titan não quer apenas dominar o mundo, ele quer destruí-lo.

Agora, Megamente tem que decidir: Poderá ele vencer sua própria diabólica criação? Poderá o homem mais inteligente do mundo tomar uma decisão inteligente uma única vez? Poderá o gênio diabólico se tornar o herói improvável de sua própria história?

video

Algumas imagens dessa animação da  DreamWorks







Olhem também o SITE OFICIAL (< clique ali)
testando tamanho de fonte

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Arquivos Secretos – parte IV – criação

Logo arquivos secretos
Continuando falando do desenvolvimento, na outra postagem explanamos o raciocínio de criar um grupo, agora falaremos sobre a criação das personagens.
Como diriam os Impossíveis: E lá vamos nós!
Peguemos como base, o que foi dito anteriormente.
Todo grupo deve ter um líder, ou alguém que toma conta e consiga dar ordens ao grupo em um campo de ação (batalha). Normalmente, coloca-se uma figura imponente, grandiosa, forte, etc.., para essa função. Funciona? Sim funciona, mas podemos fazer algo inusitado.
Alguém que não tenha essas características, criamos um clima de dúvida, desconforto e o leitor acaba tendo uma interação maior…porque esse é o líder?
A proposta é essa que está ao lado. Gordo, corpulento, não apresenta nenhuma característica de líder.
Nessa linha podemos ter alguns caminhos. Por exemplo: ele realmente não possui atributos de líder, mas por algum motivo foi posto no cargo. Que pode levar ao crescimento, amadurecimento, da personagem durante o decorrer da história. A personagem “cresce”… exatamente igual a nós.
10006 Outro lado por exemplo: pode ser um excelente líder, mas não é muito valorizado por causa de sua aparência, o que nos cria um fator psicológico fortíssimo com relação a relação interpessoal do grupo.
Por aí vai, se fugirmos um pouco do critério padronizado teremos bastante material para a história
O elemento feminino, a coesão do grupo, normalmente temos dois tipos: a sexy e a que não quer (ou sabe) que é sexy.
A sexy tem dois tipos a que sabe que é assim e usa isso, e a sexy que não sabe que é e não entende por que as pessoas (homens) agem diferente com ela, essa quase não aceita sua condição.
10004  Porém, por outro lado podemos fazer algo diferente, por exemplo: o elemento feminino ter uma dose cavalar de bom humor, um rosto mais alegre.
Trabalhar como se fosse um elemento extremamente positivo. Seus dotes não tem importância no decorrer da história;
Nada com o bom humor para sanar problemas.
Temos o elemento força bruta, normalmente há dois tipos básicos, o forte de bom coração, que não usa sua força para tirar proveito e o forte ignorante que causa um grande tumulto.
10001 Porém, podemos por exemplo: criar um personagem que princípio não tenha a aparência de um troglodita.
Que tal colocarmos uma cara de galã, nem todo mundo que é forte é feio.
Em vez de ser triste, calado e tímido for um cara que se sente bem como ele é. Nesse caso ele vai ter uma aparência transparente, deixando a impressão de ser frágil, e ele é exatamente o oposto.
O elemento jovem, normalmente temos dois tipos o rebelde sem  causa e o rebelde com causa, tempestuoso e arrogante, normalmente faz muita m…, cacá (crianças lêem meu blog).
Porém, por outro lado podemos ter um jovem que simplesmente seja jovem. Nem pra lá e nem pra cá, alegre, perdido, triste, curioso e assim por diante.
Foi a proposta que fiz, verifiquem ao lado.
10005 Nesse caso optei por um “ar” surfista, muita paz e amor. Ele não tem perna (apesar que… bom vocês vão ver), flutua por aí, igual a jovens sempre com a cabeça a mil, imaginações fortes.
Sempre zen, feliz. Dando a impressão de bom moço, apesar dele ter a aparência mais exótica ficou muito legal, tem um appel, muito forte. Com seus três olhos ele enxerga a vida de uma maneira que nós não entendemos.
Teoricamente o grupo está formado, porém, analisando a história, percebi algo bem interessante.
Se o grupo de E.T. tiras vai ficar na Terra, quem cuida dos fugitivos na nave?
10003 Pensando nisso criei um personagem, cuja a função é interligar essa lacuna. O carcereiro, deve aparecer pouco na historia, mas não podemos desperdiçar oportunidades. Desenvolvi uma personagem melancólica, que gostaria de fazer outra coisa, que tem um potencial enorme que ninguém vê. Consigo assim ter um “gancho” para eventuais histórias paralelas. Posso usa-lo de diversas maneiras.
Criei um elo de ligação Terra/Nave prisão, um ser que consegue  10002ver como as coisas funcionam e vai consertar várias situações e atribui a ele a característica de “fofinho”, nesse caso ele terá duas funções; interligar os personagens e interligar com os leitores, uma figura que todo mundo quer.
Simpático alegre, que se entende com todos, na história ele trará confiança entre humanos e aliens.
Acho que já ficou extenso, mas não poderia deixar de comentar tudo isso, e não gostaria de quebrar o post em várias parte…
é isso aí até a próxima, vamos conversar sobre o processo de acabamento.
Até mais!!!!!!!!!

Os Impossíveis

images Basicamente é impossível não conhecer “Os Impossíveis” e pra vocês lembrarem um pouco deles lá vai…ou melhor como diziam: “E lá vamos nós”
The Impossibles (no Brasil, Os Impossíveis) foi uma série de desenho animado produzida pelos estúdios Hanna-Barbera em 1966, que narrava as aventuras de uma banda de rock, formada por três rapazes que estavam sempre fazendo shows pelo mundo, e que combatia o crime nas horas vagas. Impossíveis era tanto o nome da banda quanto o nome do grupo de heróis
No dia 10 de setembro de 1966 o estúdio da Hanna-Barbera lançava mais um clássico dos desenhos animados baseado nos costumes da época, dessa vez o estúdio explorava com ironia duas modas da década de 60, os grupos de rock e os super-heróis. O desenho animado Os Impossíveis era exibido na rede norte-americana CBS. Inicialmente, o nome seria The Incredibles, e os primeiros storyboards ainda mostram este título, mas acabou sendo mudado para The Impossibles. Possui 36 episódios e se transformou em histórias em quadrinhos no final da década de 60, produzidas pela editora norte-americana "Gold Key" e foram publicadas no Brasil em 1967 pela Editora O Cruzeiro e depois no almanaque "Heróis da TV" da Editora Abril
Desenho sobre uma banda de rock dos anos 60, com as suas roupas estilosas e penteados modernos (baseado nos Beatles) para a época, mas que se transformava em um grupo de super-heróis ao enfrentarem algum vilão. O seu palco móvel se transformava em um carro voador, o Impossicar, e então combatiam o crime após gritarem a famosa frase: "E lá Vamos nós..." ("Hally Ho!").
  • Homem-Mola (Coil Man) - Era capaz de transformar os braços e as pernas em molas. Baixinho e gordinho, era sempre o ídolo de todos os meninos baixinhos e gordinhos que assistiam a série.
  • Multi-Homem (Multi Man) - Criava múltiplas cópias de si mesmo. Passava a imagem do desligado da turma, com o cabelo sempre cobrindo seus olhos e possuía um escudo com a letra "M". Sempre falava para o vilão: "Você pegou todos, menos o original"
  • Homem-Fluido (Fluid Man) - Podia transformar-se em líquido. Usava uma máscara de mergulho completamente inútil, pois eram seus companheiros que precisariam de máscaras. Tinha como bordão o grito: "Vamos nós - Oho!".
  • Big D - Chefe do trio. Sempre que um super-vilão entrava em cena, ele chamava o grupo para lutar contra o crime, entrando em contato com eles através de um visor na guitarra de Coil (Homem-Mola).
OsImpossiveis4
fonte: Wikipédia

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Trailer de Carros 2

Parece que os heróis de carros 2 vão ser agentes secretos...Sinistro, vejam o trailer
video

Zé colméia novo trailer

Saiu o novo trailer do Zé Colméia, bom ... bom... é legal acho bem "Sessão da Tarde", mas quem é fã deve ver, segue o trailer.
video

Yogi Bear (conhecido como Zé Colmeia no Brasil e em Portugal) é um personagem de desenho animado, um urso antropomórfico (animal com características humanas), que estrelou várias séries animadas criada por William Hanna e Joseph Barbera. Foi criado em 1958 como um personagem secundário, num dos segmentos do programa de desenho animado The Huckleberry Hound Show (Dom Pixote). O programa todo tinha meia hora de duração e era composto de três desenhos animados: Dom Pixote, Plic e Ploc e Zé Colmeia, cada um deles com seis minutos e meio. Zé Colmeia fez tanto sucesso que ganhou sua própria série em 1961 acompanhado de mais dois desenhos, Snagglepuss (Leão da Montanha) e Yakky Doodle (O Patinho Duque). As aventuras de Zé Colmeia e seu fiel amigo Catatau continuaram desde então, até meados de 1990

Como a maioria dos personagens criados por Hanna-Barbera, a peculiaridade e personalidade de Zé Colmeia foram baseadas em alguma celebridade popular daquela época. Muitos autores apontam como sendo a fonte inspiradora de Zé Colmeia, Ed Norton (Art Carney), personagem da série de televisão "The Honeymooners" e o seu nome Yogi (nome original de Zé Colmeia) foi baseado no astro famoso do beisebol Yogi Berra. Outros autores no entanto, afirmam que Hanna e Barbera se inspiram num urso tranqüilo que existia no parque Yellowstone e que adorava fazer visitas furtivas nas cestas dos turistas.
Na maioria dos episódios de Zé Colmeia, ele aparece no Parque Jellystone, que é uma imitação caracaturizada do famoso Parque Nacional de Yellowstone, nos Estados Unidos. Zé é sempre acompanhado do seu melhor amigo Catatau (Boo-Boo), tentando ou arquitetando uma forma de roubar as cestas de piquenique dos visitantes distraídos do parque. Geralmente Zé Colmeia também se define como "mais esperto do que a maioria dos ursos". Ele é bastante alegre, usa um chapéu e não pensa em outra coisa que não seja transgredir as severas regras do parque. Em alguma ocasiões, a noiva de Zé Colmeia chamada Cindy aparece desaprovando esse tipo de práticas normalmente cometidas pelos ursos. Existe também o guarda florestal que conhece bem as artimanhas de Zé Colmeia e impede a todo custo as espertezas de Zé Colmeia e Catatau, cortando o barato do dois.
A relação de Zé Colmeia com Catatau ultrapassa fronteiras e pode ser comparada com a relação de Dom Quixote e Sancho Pança. Eles são bons amigos, aventureiros e curiosos, além disso compartilham a mesma característica de ter um líder e um seguidor. Catatau também era um urso, só que bem menorzinho e de raciocínio bem lerdo. Ao contrário de Zé Colmeia, Catatau não gosta de transgredir as regras do parque, mas devido a sua ingenuidade acaba sempre caindo na conversa do Zé Colmeia.
As transmissões dos episódios de Zé Colmeia podem ser vistas atualmente (2007) pelo canal de televisão a cabo Boomerang, nos Estados Unidos. Os direitos de transmissão e sua marca registrada da série, assim como do personagem a princípio pertenciam a Hanna-Barbera Production. Atualmente, a Cartoon Network Studios é quem possuiu todos os direitos sobre o personagem, depois que a Hanna-Barbera Production foi vendida em 2001. No Brasil este personagem é exibido desde os anos 60 por diversas emissoras, fazendo um sucesso até os dias de hoje.

fonte: Wikipédia

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Arquivos Secretos- parte III – Criação

Logo arquivos secretos

Continuando.

Falamos sobre o princípio da criação e os tipos:

1º – Quando se é contratado para fazer uma ilustração

2º – Ilustração com projeto específico

3º – Ilustração livre-criação

e sobre Conceito e Intenção (ver postagens anteriores).

Vamos falar do desenvolvimento.

Depois de muito pensar, está determinado que vamos trabalhar com um grupo de seres extraterrestres. Quando falamos em grupos é impossível não entrar em arquétipos (Modelo, padrão de algo (objeto, produto, qualidade, comportamento etc.); PADRÃO. Na filosofia platônica, ideia originária que serve como modelo para a origem e princípio explicativo para os objetos sensíveis. Na psicanálise junguiana, modelo de pensamento comum a toda a humanidade, composto de símbolos ou imagens que constituem uma espécie de inconsciente coletivo.). Dentro de um grupo o mais interessante é a diversidade física e psicológica, isso pode constituir o teor dramático das personagens, seu relacionamento pessoal e “profissional”.

O maior problema é fugir das “montagens” feitas por dois grandes mestres dos quadrinhos atuais, Jack Kirb e Stan Lee. Eles montaram um padrão perfeito de grupo. Um grande exemplo é o Quarteto Fantástico.

images Temos a alusão dos elementais Terra (Coisa), Ar (Mulher-invisível), Fogo (Tocha Humana) e Água (Senhor Fantástico). Isso por si só já cria uma atmosfera de conflitos interessantes.

Podemos análisar: O Líder (Senhor Fantástico) as vezes inseguro com suas relações pessoais mas em campo é um gênio, Força Bruta (Coisa) extremamente forte coração mole, Temperamental, mas gente boa e brincalhão (Tocha Humana) e por fim o coração e equilíbrio emocional do grupo a Mulher Invisível.

mQht4XW33EL25LA1NYiu58522555DII1L4AUPI_grd Mesmo análisando os X-Mens encontraremos essas características, adicionando o selvagem, o feio mas legal, bonita e chata e por aí vai.

Fica difícil não usar esse padrão, então criaremos artifícios novos para usá-los.

Na próxima parte vamos análisar esses artifícios.

Um forte abraço, e até mais.

Trailer do filme: Lanterna Verde

Saiu o trailer do Lanterna Verde... a grande preocupação de todos que fosse para a comédia e esquecendo a ação. Pelo trailer dá pra ver que tem comédia (apesar do personagem Hal Jordan, não ter esse perfil) mas tem ação.
Agora é esperar pra ver. O trailer não está dublado.
video

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Extended Version of Dragon Age 2 Epic Trailer

Um trailer muito bom do jogo Dragon Age 2. Um vídeo fantástico. Assistam. Vale a pena ver.
video

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Trailer do novo filme Crónicas de Nárnia. Em The Chronicles of Narnia: The Voyage of the Dawn Treader

Novo Trailer das Crónicas de Nárnia. Em The Chronicles of Narnia: The Voyage of the Dawn Treader, Georgie Henley (Lucy) e Skandar Keynes(Edmund) tomam o lugar  de protagonistas,  juntamente com Ben Barnes,

video

Propaganda com animação - casamento perfeito - muito bom

Uma propaganda de divulgação, simples, rápida, mas com impacto muito forte. Usou somente dois elementos, um que já temos um pré conceito (parece um sapo, mas não é). O modo "molenga" e brilhante dá um clima bem legal, fora que não tem cenário. Um bom exemplo de que, O Simples é Ótimo.
Vale a pena conferir.
video

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Um vídeo clip da MTV- muito legal

Como todos sabem gosto muito de animação e qualquer coisa relacionada, vagando pelo limbo da internet, eis que me deparo com um vídeo clip para MTV - Espanha (se não me engano). Vale conferir
video

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Quando existir uma televisão assim...vou comprar

Sensacional propaganda para vender televisão, lógico que usaram os temas de quadrinhos e desenhos animados para a produção. Confira é espetacular.
video

Fantástico trailer de Kung Fu Panda 2- DREAMWORKS ANIMATION

DreamWorks, lança o primeiro trailer de Kung Fu Panda 2.. muito bom, vale a pena ver.
Pelo jeito está mantendo a mesma linha comica do primeiro.
video

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Conheçam a "mãe" da Rapuzel

Vídeo apresentando a mãe (eu acho), mas pode ser a madrasta da Rapunzel da animação "Enrolados"
video

segunda-feira, 1 de novembro de 2010